Zema inaugura usinas fotovoltaicas, visita locais atingidos pela enchente e recebe professores

Governador passou a manhã em Cataguases e seguiu à tarde para Leopoldina.

O governador Romeu Zema esteve na manhã de quinta-feira, 17 de março, em Cataguases onde visitou a sede da Energisa e inaugurou duas usinas fotovoltaicas situadas na Aurora e em Astolfo Dutra. Antes, esteve em algumas das áreas mais fortemente atingidas pela enchente deste início de ano quando conheceu a realidade de duas moradoras vítimas das cheias e lhes falou as ações adotadas pelo seu governo. Fora da agenda o governador conversou com dois representantes da Educação – Lucas Silva e Rosani Brito – que estão em greve e expuseram à ele a necessidade do pagamento do piso salarial.

Na Energisa Romeu Zema conversou com a imprensa ao lado do deputado estadual Fernando Pacheco e respondeu a uma pergunta do Site do Marcelo Lopes sobre a situação das estradas da região que foram duramente castigadas pelas chuvas. Segundo ele o Estado está “hoje com uma série de intervenções em estradas devido ao estrago das chuvas (…) e neste momento o nosso DER tem mais de setenta frentes de obras para recuperação de estradas em todo o estado(…) agora estamos utilizando os recursos da tragédia de Brumadinho para recuperar estas estradas através de manutenção”, disse.

Na cerimônia de inauguração das usinas fotovoltaicas, o diretor presidente da Energisa Minas Gerais, Eduardo Mantovan, contou a história centenária da empresa, agradeceu ao governador pela obra de abertura da estrada da Empa e citou projetos culturais que contam com o apoio da Energisa como o Polo Audiovisual da Zona da Mata, entre outras ações. Sobre as usinas fotovoltaicas a empresa investiu R$ 25 milhões e estão gerando 6 MWh de energia, além de gerarem 100 empregos diretos.

O prefeito José Henriques aproveitou a ocasião para reivindicar a ligação de Cataguases à BR-116, com o asfaltamento da estrada até o distrito de Vista Alegre. Ele salientou que esta iniciativa irá favorecer o desenvolvimento da região porque vai atrair mais empresas. Ao concluir citou as ações de seu governo no sentido de fortalecer a geração de emprego como a implementação da Lei de Liberdade Econômica que, segundo ele, “Cataguases foi um dos primeiros municípios da região a adotá-la.”

Romeu Zema elogiou a iniciativa da Energisa de investir em energia renovável e afirmou que Minas lidera a geração de energia sustentável. Em sua opinião “se Minas tivesse mais Energisas nosso estado estaria numa situação bem melhor.” Na sequência o governador assinou um Despacho Governamental autorizando a transferência de recursos para o pagamento da segunda parcela do auxílio àqueles que ficaram desabrigados pela enchente e estão devidamente cadastrados. Segundo o governo mineiro Cataguases vai receber R$ 1,07 milhão que vai beneficiar 898 pessoas atingidas pela enchente.

De Cataguases Romeu Zema seguiu para Leopoldina onde visitou a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) entre outras atividades, inclusive no distrito de Piacatuba, onde visitou uma escola pública. Na sexta-feira, 18, ele esteve em Juiz de Fora, encerrando sua viagem à Zona da Mata.

Fonte e fotos: Site Marcelo Lopes