Falta de coleta e tratamento de esgoto atinge cerca de 100 milhões de brasileiros

Os problemas que envolvem a questão do saneamento básico seguem presentes na vida dos brasileiros, com quase 35 milhões de pessoas sem acesso à água tratada e a falta de coleta e tratamento de esgoto para 100 milhões.

Os dados, apresentados ontem, terça-feira (22), Dia Mundial da Água, pelo Instituto Trata Brasil com base nos indicadores do SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), tratam a questão como fator determinante para a hospitalização de centenas de brasileiros por doenças de veiculação hídrica.

O relato indica que somente metade (50%) do volume de esgoto gerado no Brasil passa por tratamento, o que representa o despejo de 5.300 piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento na natureza todos os dias.

O povo alemparaibano faz parte deste total de brasileiros que não recebem o benefício da coleta e tratamento de esgoto, só que com um agravante sem que as autoridades constituídas no município, Executivo, Legislativo, Judiciário e Ministério Público tomem alguma providência – o tratamento do esgoto é cobrado da população pela empresa concessionária do serviço, COPASA, num custo absurdo (cerca de 75% do valor que é cobrado pelo água tratada que passa pelos hidrômetros) sem que o serviço seja prestado. Um verdadeiro assalto a mão armada em pleno dia!!!

FORA COPASA!!!