Pré-candidato ao governo de Minas, Alexandre Kalil visita Cataguases

Ele foi recebido pelo deputado estadual Fernando Pacheco e lideranças do PT.

O pré-candidato ao governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil (PSD), visitou Cataguases na manhã de sábado, 11 de junho, a convite do diretório municipal do Partido Verde, que tem como principal liderança o deputado estadual Fernando Pacheco. O Partido dos Trabalhadores, que através do deputado estadual André Quintão, vai ocupar a vaga de vice-governador na chapa, também participou da organização do encontro que aconteceu no Sindicato dos Empregados na Indústria de Eletricidade de Cataguases.

Além de Kalil estiveram presentes, pelo PT, os deputados federais Reginaldo Lopes e Rogério Correa, os deputados estaduais André Quintão, Cristiano Silveira (atual presidente da sigla em Minas), e Beatriz Cerqueira, todos do Partido dos Trabalhadores, além de Fernando Pacheco (PV), que abriu o encontro com um pronunciamento em que agradeceu a presença de Alexandre Kalil na região e lembrou ao pré-candidato algumas das principais demandas para o crescimento da Zona da Mata, hoje a segunda região mais pobre do estado.

Fernando disse que o próximo governador de Minas precisa dar maior atenção à saúde, lembrando que o hospital de Cataguases é o oitavo maior do estado. “Também precisamos ampliar o atendimento em Assistência Social e levar comida ao povo, antes de qualquer coisa”, frisou o deputado cataguasense. Ele lembrou também que para o desenvolvimento da região é preciso melhorar as estradas e o aeroporto regional da Zona da Mata, em Goianá, “que apesar de ser internacional, é subutilizado porque não temos estradas em boas condições para levar até ele”, acrescentou. Fernando falou ainda em investimentos em habitação popular e em investimento no produtor rural, além de citar uma parceria com o governo federal para viabilizar estas melhorias.

Em seu discurso, o pré-candidato Alexandre Kalil, reiterou a importância de fortalecer a Zona da Mata para que ela volte a ter peso na economia mineira. Em seguida fez campanha para Lula que, conforme afirmou, sua vitória vai significar o “fim da bárbarie neste país, porque Lula será eleito no papel, na urna eletrônica, ou no sinal de fumaça (arrancando risos da plateia) e eu espero, nesta esteira, chegar ao governo para poder trabalhar junto com o presidente Lula e a gente trazer o desenvolvimento para Minas Gerais”, enfatizou. Kalil também fez críticas ao atual governador afirmando que ele vai entregar o estado “abandonado e com dívidas”, e que ao longo da atual gestão, “governou para os ricos e milionários.” E finalizou destacando o trabalho de Fernando Pacheco na Assembleia, “porque você, Fernando, que é um deputado que trabalha sério, faz toda a diferença para a sua região.”

Fonte e fotos: Marcelo Lopes / Cataguases