segunda-feira, abril 15, 2024
DESTAQUEEDITORIALNOTÍCIAS

Que Cagada!!!

EDITORIAL

Por Flávio Senra (*)

Hoje, segunda-feira, 25 de julho de 2022, passados 199 dias a contar de 07 de janeiro último, ocasião em que numa atitude covarde jamais vista em toda a história da vida pública de Além Paraíba, onde o prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior assinou o decreto municipal de intervenção do Hospital São Salvador, o que pode ser constatado é que aquela importante Casa de salvar vidas e aliviar as dores de quem precisa, criada pelo emérito Dr. Paulo Joaquim da Fonseca no ano de 1908, virou uma bagunça pior que qualquer Casa de Mãe Joana.

Até agora nenhuma irregularidade foi constatada, como afirmaram à ocasião o pior prefeito da história alemparaibana e sua tropa; as dívidas aumentaram substancialmente; o primeiro interventor indicado mostrou ser dotado de uma incompetência sem limites; a atual equipe interventora está mais perdida do que cego em tiroteio; e para piorar a situação aqueles que são obrigados a dar um fim nessa bagunça, Câmara Municipal, Ministério Público e Judiciário, nenhum comentário oferecem ao povo que está insatisfeito e tenso com tudo o que está acontecendo desde aquela data.

Onde foi parar a grana que a municipalidade jogou nas mãos do interventor que foi afastado e a equipe que o substituiu? Pelo que foi alardeado pela própria (des) administração municipal os valores foram bastante relevantes e com o aval do Legislativo Municipal, a saber: adiantamento de toda a subvenção municipal referente ao ano de 2022 e, parece, R$ 4 milhões com o aval dos vereadores alemparaibanos. Onde foi parar essa grana? O que foi feito com esse dinheiro que pertence ao povo e não ao prefeito e sua turma? Por que o gasto desse montante até agora não foi levado ao conhecimento público, detalhadamente?

As reclamações sobre o atendimento dado aos que necessitam do HSS são diárias; as contas de luz que vinham sendo pagas com regularidade e cumprindo o acordado com a empresa concessionária deixaram de ser feitas; as instalações e equipamentos se deterioram a cada dia que passa; a maioria dos colaboradores reclamam às escondidas já que se feito às claras passam a sofrer perseguições; a classe médica alemparaibana, em especial a Associação Médica de Além Paraíba, covardemente se omite; e aí deixamos uma pergunta: até quando essa situação vai persistir?

Ao que parece, ao contrário de seu pai, que foi prefeito e também provedor do HSS, inclusive deixando dívidas para seus sucessores, a intenção desse garoto travestido de prefeito era o de se apoderar da instituição no sentido de transformá-la em um palco eleitoral, o que não era permitido pelo provedor afastado. Aliás, o dito afastado, Dr. Rafael Gracioli, está afastado pelo decreto, e não pelo egrégio Conselho do Hospital São Salvador, este também atingido com afastamento pelo mesmo famigerado decreto municipal, sendo que somente o Conselho tem poderes legais para escolher outro provedor.

Miguelzinho, lamentamos muito mas só temos a dizer uma coisa para você: que cagada você arrumou!!!

(*) Flávio Senra é o editor do Jornal Além Parahyba desde junho de 1993