quarta-feira, julho 17, 2024
DESTAQUENOTÍCIASREGIÃO

Aeroporto da Zona da Mata é um dos mais sustentáveis do Brasil

Avaliação é da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O Aeroporto Presidente Itamar Franco, também conhecido como Aeroporto Regional da Zona da Mata, foi eleito um dos onze mais sustentáveis do Brasil no ranking anual da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A premiação foi obtida na categoria Classe I, que avalia aeroportos com até 200 mil passageiros por ano.

A pontuação média foi de 70,61%, em análise de quesitos como coleta seletiva, destinação adequada de resíduos, educação ambiental, eficiência energética, gestão de recursos hídricos, emissão de gases do efeito estufa, comunicação com autoridades locais, entre outros.

Em Minas, o Regional da Zona da Mata foi o primeiro da categoria com nota suficiente para classificação. O campeão foi o São Paulo Catarina Aeroporto Executivo Internacional, que fica em São Roque (SP), com 97,54%.

Avanço de um ano para o outro

O Prêmio Aeroportos Sustentáveis foi criado em 2019. Na premiação do ano passado, o Aeroporto Regional da Zona da Mata foi 16º colocado.

“Recebemos com muita satisfação este reconhecimento da Anac pelas ações ambientais do Aeroporto. Este ano, tivemos um aumento de 56% na nota em relação a 2022, o que nos coloca entre os mais sustentáveis do Brasil na Classe I. Isso comprova nosso comprometimento com a melhoria contínua dos processos que reduzem os impactos ambientais no planeta”, avaliou Flávio Santos, superintendente do aeroporto.

Dentre as adequações realizadas pelo Aeroporto, segundo a concessionária, está a implementação de projeto de eficiência energética com a substituição das lâmpadas por modelos LED.

Além disso, todo o consumo de energia do empreendimento é proveniente de fontes renováveis, adquiridas através do mercado livre de energia (ACL).

Outras ações incluem a otimização de iluminação e ventilação naturais, gestão de resíduos por meio da implantação de composteira elétrica, economia de 43% no consumo de água graças à substituição de equipamentos que permitem a rápida identificação de vazamentos, entre outras iniciativas.

Primeiro com certificação LEED Gold

Em 2021, o Regional conquistou o título de construção sustentável e se tornou o primeiro do Brasil a obter a Certificação LEED Gold (Liderança em Energia e Design Ambiental). O selo internacional incentiva a diminuição de impactos ambientais em edificações e suas operações.

Fonte: g1 Zona da Mata | Foto: Aeroporto Regional Zona da Mata