Procuradoria-Geral da República quer informações dos governadores sobre os hospitais de campanha

O Procuradoria-Geral da República instituiu ontem (16), por meio da Portaria PGR/MPU nº 59, o Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia do Coronavírus-19 (GIAC-COVID-19), cuja finalidade principal será a promoção de trabalho conjunto, interinstitucional e voltado à atuação preventiva, extrajudicial e resolutiva dos ramos do Ministério Público, no esforço nacional de contenção da pandemia.

Foram definidos vários critérios técnicos para a implantação desse trabalho, entre estes serão enviados os seguintes questionamentos a cada um dos governadores brasileiros:

1.      Quantos e quais hospitais de campanha foram construídos no seu Estado?

2.      Quais hospitais de campanha foram construídos e não entraram em funcionamento?  E, dentro os que entraram em funcionamento, informar a data de inauguração das atividades de atendimento.

3.      Listar os hospitais de campanha que estão em funcionamento na presente data e, em relação aos desativados, informar a data da desativação e o motivo do fechamento.

4.      Qual a destinação dada aos insumos e equipamentos que compunham a estrutura de eventuais hospitais de campanha que tenham sido desativados no estado?

Pelo visto, se colocado em prática a Portaria, vários governadores poderão estar em maus lençóis. Vamos aguardar para ver…

Fonte: PGR