Estado investiga reinfecção por Covid-19 em cidades da região

Cataguases, Leopoldina, Muriaé e Ubá teriam, juntas, 8 casos em investigação.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) investiga 8 pacientes suspeitos de reinfecção por Covid-19 em Cataguases, Leopoldina, Muriaé e Ubá. De acordo com os dados, o município de Leopoldina tem três notificações em apuração. Já Cataguases e Muriaé, dois e Ubá, um.

De acordo com a SES-MG, já foram notificados 275 casos de reinfecção desde o início da pandemia em Minas Gerais, sendo que dois já foram descartados, um confirmado em Sabará e 140 considerados inconclusivos “devido à falta de dados que permitissem a investigação”. Os outros 132 são os que seguem em apuração.

Como os casos são investigados em MG?

As investigações de reinfecção são realizadas por meio do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde (CIEVS Minas) em parceria com a Fundação Ezequiel Dias (Funed) e regionais de saúde.

Pelo protocolo, a SES-MG considera casos suspeitos de reinfecção aqueles em que a pessoa apresentou novo quadro clínico em período acima de 90 dias do primeiro episódio confirmado laboratorialmente.

O que é a reinfecção?

A reinfecção acontece quando a pessoa se recupera da Covid-19 e tempos depois ela adoece novamente. Para confirmar a recontaminação, é preciso provar que o código genético do primeiro vírus é diferente do segundo. O código genético é como se fosse uma impressão digital do vírus.

Fonte: G1 Zona da Mata | Foto: CNN Brasil