Pequenos negócios geraram oito em cada dez empregos em abril

Levantamento produzido pelo Sebrae mostra que, no quarto mês do ano, as micro e pequenas empresas contabilizaram um saldo de 166,8 mil novos postos de trabalho.

Os pequenos negócios foram responsáveis por mais de 84% do saldo de empregos gerados em abril, segundo levantamento feito pelo Sebrae com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. No quarto mês do ano, as micro e pequenas empresas contabilizaram um saldo positivo de 166,8 mil novos postos de trabalho. Ao todo, foram 1.854.557 admissões e 1.657.591 desligamentos.

No acumulado de 2022, o Brasil já soma 770.593 vagas abertas, sendo que os empreendimentos de micro e pequeno porte responderam por uma grande fatia desse montante, com 585.560 novas contratações, ou seja, quase 80% do total. A porcentagem é equivalente à registrada no mesmo período de 2021.

 “Os dados mostram que as micro e pequenas empresas continuam sendo as grandes geradoras de emprego no Brasil. São empreendedores resilientes que venceram a pandemia e continuam movendo a economia nacional. É fundamental continuar apoiando esses empresários com políticas de crédito e com a possibilidade de renegociação de dívidas, tanto de empréstimos, quanto de impostos e fornecedores”, enfatiza o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Em abril, o setor que mais contratou foi o de Serviços, com saldo de 93.404 postos de trabalho. Os segmentos de Comércio e Construção ficaram praticamente empatados na segunda e terceira posição, com 28.420 e 25.267 empregos gerados, respectivamente.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sebrae